Impressoras 3D e outros dispositivos

O equipamento certo para o seu projeto!

Na nossa extensa gama você encontrará não só numerosas impressoras 3D, mas também scanners 3D de alta qualidade, cortadores a laser, máquinas de vacuum forming e numerosos dispositivos para pós-processamento. Aqui você estará equipado para todas as demandas criativas e pode deixar a imaginação fluir.

Impressora 3D & mais: 149 Produtos

Filtros

Todos los precios incl. IVA

Impressora 3D para casa

O desenvolvimento da impressão em 3D não foi apenas um marco para as empresas, mas desde há alguns anos, o uso privado tem se beneficiado desta tecnologia. Graças às impressoras 3D, é possível desenhar joias, reproduzir peças sobressalentes ou peças personalizadas para a fabricação de modelos...

Aqui você descobrirá o que realmente é a impressão 3D e como ela funciona.

Como funciona a impressão 3D?

Basicamente, com a impressão 3D, um objeto tridimensional é produzido, camada por camada. O objeto a ser impresso deve primeiro estar disponível como um modelo digital tridimensional. Isso pode ser projetado por você ou você pode baixar modelos da Internet. Cada impressora 3D vem com um software especial que calcula os comandos necessários para poder imprimir o modelo.

Um cabeçote de impressão equipado com um bico, que se pode mover em qualquer direção, aplica o material de impressão, geralmente um filamento de plástico rígido.

O bocal move-se em caminhos pré-calculados ao longo do leito de impressão. O material que sai do bocal é depositado em camadas, uma em cima da outra, de modo que o objeto cresça lentamente em altura. O filamento extrudido endurece rapidamente, o que torna possível a fabricação aditiva, ou seja, a fabricação em camadas. Esta é também a razão pela qual os objetos impressos em 3D apresenta linhas características na sua superfície, devido às diferentes camadas.

A propósito, os objetos não são completamente preenchidos. Uma estrutura quadriculada é impressa no interior. Isto poupa material e ainda garante uma grande estabilidade.

Áreas de aplicação

As impressoras 3D são extremamente versáteis, e é por isso que a tecnologia atrai a uma grande variedade de utilizadores. Listamos aqui os exemplos de aplicação mais importantes (mas não todos):

  • produção de amostras
  • produção única
  • produção de pequenos lotes
  • produção e personalização de peças para a fabricação de modelos
  • complementando os processos CNC
  • produção de esculturas artísticas
  • design de joias
  • produção de maquetas e projetos em miniatura para arquitetos

Materiais de impressão: critérios de compra

Os materiais de impressão, ou seja, filamentos, vêm em muitos designs diferentes. O que todos os filamentos têm em comum, entretanto, é que eles se tornam macios e, portanto, maleáveis quando expostos ao calor. Os filamentos são comprados como “cordões” de plástico num rolo. Os materiais mais usados são os termoplásticos (PLA e ABS).

Ao comprar uma impressora 3D, é importante saber com que matéria-prima cada impressora pode trabalhar. A escolha habitual é entre ABS e PLA.

PLA significa poliactídeo e consiste em plástico natural biodegradável. Com o PLA, a placa de impressão não precisa ser pré-aquecida e a temperatura do bico não deve exceder 210 °C. A desvantagem é que o PLA deforma a temperaturas acima de 60 °C. Então, se você quiser imprimir uma caneca de café, por exemplo, isto torna-se um problema.

ABS significa acrilonitrila butadieno estireno e é feito de petróleo. O ABS tem requisitos mais elevados para uma impressora do que o PLA. A placa de impressão deve ser pré-aquecida e a velocidade de impressão deve ser alta. A temperatura do bico deve estar acima de 210 °C. Uma impressora com ABS também pode normalmente imprimir PLA, mas não o contrário.

Termos básicos importantes

O critério decisivo na hora de comprar uma impressora 3D deve ser sempre a qualidade. Aqui estão os dados comparativos e de desempenho mais importantes:

Área de impressão: especifica o tamanho máximo do objeto de impressão. As impressoras básicas padrão têm uma área de impressão entre 10 e 25 centímetros cúbicos. Portanto, é necessário, considerar o tamanho dos objetos a imprimir.

Velocidade máxima de impressão: este valor indica a rapidez com que o bico se pode mover. No entanto, o valor máximo só é alcançado em sessões de impressão mais longas. Na maioria das vezes, as impressoras são mais lentas do que a sua velocidade máxima.

Precisão de posicionamento: expressa a precisão com que a impressora pode controlar um determinado ponto. Quanto mais preciso, mais detalhados são os resultados de impressão.

Altura mínima da camada: juntamente com a precisão de posicionamento, é importante para a qualidade de impressão. Quanto mais baixo o valor, melhor a impressora, porque significa que será capaz de imprimir camadas mais finas.

Peças sobressalentes e atualizações

Hoje em dia existem numerosos acessórios e peças sobressalentes disponíveis para a maioria das impressoras 3D. Isto te dá possibilidades quase ilimitadas de adaptar uma impressora 3D às suas necessidades pessoais. Desde kits de impressora 3D que você mesmo monta, a retrofits de extrusoras, elementos de controlo externo compatíveis com a nuvem e acessórios para gravação ou fresagem... há de tudo. Não existem virtualmente limites à sua criatividade.